Embalagem: Qualidade e conservação de um alimento 

Você já parou para considerar a importância da embalagem ao transmitir os valores de um produto? Ou para transportar um alimento mantendo sua qualidade e estado de conservação?

Podemos definir embalagem como o acondicionamento que está em contato direto com o alimento. Esta pode se constituir em recipiente, envoltório ou qualquer outra forma de proteção, removível ou não, destinado a envasar ou manter, cobrir ou empacotar matérias-primas, produtos semielaborados ou produtos acabados.

 

Qual é o impacto que a embalagem tem sobre os produtos?

As embalagens são a porta de comunicação entre o consumidor final e a marca responsável pelo produto, sendo crucial para o sucesso do mesmo no mercado. No entanto, a embalagem é bem mais do que apenas a superfície que envolve o alimento. É ela que, quando adequada, garante a conservação do produto e de seus nutrientes. Ou seja, a embalagem é a responsável pela venda, garantia da durabilidade e da manutenção da qualidade de um determinado alimento.

 

Embalagem como estratégia de marketing

Através da embalagem de um produto é possível direcioná-lo a um determinado público-alvo. Além de poder utilizar diferentes embalagens e materiais a fim de remeter a ideia de algo mais requintado ou algo mais prático.

Da mesma forma, embalagens mais elegantes podem ser usadas em edições limitadas remetendo a pouquidade de unidades.

Existem infinitas formas de brincar com a embalagem de um produto a fim de delimitar seu público alvo e induzir sua forma de consumo. Embalagens mais práticas e simples como as de doces induzem, por exemplo, ao consumo rápido.

 

Como uma embalagem é capaz de interferir na logística de um produto?

A embalagem deve ser desenvolvida e pensada para cada tipo de produto de forma individual. Isso porque, esta interage com todas as funções da logística: armazenamento, manuseio, movimentação dos itens e principalmente, o transporte. O uso da embalagem adequada ao seu produto faz com que desta interação seja possível proporcionar a redução de custos, de tempo na entrega final dos produtos e de perdas. Além de principalmente,  aumento da qualidade do serviço prestado ao cliente.

Nesse caso, é importante levar em consideração, também, o ambiente dentro dos quais os itens serão transportados e armazenados. Isso porque, cada produto traz características próprias que demandam cuidados bem específicos.

 

A embalagem e a validade do produto

As embalagens devem proteger os produtos das adversidades e fenômenos climáticos que reduzem a vida útil dos mesmos. O tempo decorrido desde a produção até o consumo efetivo, durante o qual os alimentos apresentam qualidade satisfatória em termos nutricionais, sensoriais e microbiológicas é chamado de “vida de prateleira” do produto. E este é diretamente afetado pela embalagem que o envolve.

Os aspectos como a forma que o alimento será consumido, sua validade, como será armazenado, entre outros, são de extrema importância para a escolha da embalagem adequada para o seu produto. Esta visa a segurança alimentar do consumidor.

Pensar nas embalagens como um item que gera benefícios nos custos finais é algo cada vez mais requisitado e valorizado no mercado.

 

Escrito por:

Brenda Almeida - Trainee